Vídeo: Mensagem de Respeito Religioso

julho 10, 2018 às 5:14 pm | Publicado em Compaixão Zen Budista, Cultura de Paz, Diálogo Interreligioso, Meditação em Porto Alegre, Prática Zen Budista, Vídeo, Zen Budismo em Porto Alegre | Deixe um comentário

Compartilho aqui um vídeo que foi gravado recentemente com os membros do Grupo de Diálogo Inter-religioso de Porto Alegre em prol do respeito entre as religiões. O convite para realizar esta gravação partiu do Coordenador da Comissão de Direitos Humanos da Procuradoria Geral do Estado, Dr. Jorge Terra. Esta campanha será veiculada pela TV Pampa.

Agradeço todos os envolvidos!

Anúncios

Vídeo: Encontro Inter-religioso: Feminino, Espiritualidade, Resistência

maio 30, 2018 às 12:55 pm | Publicado em Diálogo Interreligioso, Eventos, Meditação em Porto Alegre, Prática Zen Budista, Vídeo, Zen Budismo em Porto Alegre | Deixe um comentário

32835892_796520637210988_6381960207991308288_nContando com a presença de Mãe Carmen Holanda, do Ilê de Candomblé “Reino de Oba Sàngó” e a Dra. Graciela René Ormezzano do “Caminhando com Madalena”, tive a honra de participar de uma mesa-redonda com o título “Feminino, Espiritualidade, Resistência” que foi realizada na Academia Passofundense de Letras no dia 18 de maio. Foi um dia bastante frio e chuvoso, o que prejudicou o tamanho do público, mas o calor humano presente na sala aqueceu os corações de todos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

O Monge Zen Budista Leonard Cohen fala de seu Professor de Darma

maio 27, 2018 às 7:33 pm | Publicado em Meditação em Porto Alegre, Prática Zen Budista, Professor de Darma Zen Budista, Zen Budismo em Porto Alegre | Deixe um comentário

Leonard Cohen Exhibition - Galerie Lounge TDLendo um artigo sobre o músico-poeta-monge Zen Budista Leonard Cohen, que recebeu o nome de Darma de Jikan (“silêncio entre os pensamentos”), me chamou a atenção o que este grande artista falou sobre o seu Professor de Darma, o mestre do Zen Rinzai Joshu Sasaki. Acho que todo praticante sério acaba falando algo semelhante sobre o seu guia espiritual mais cedo ou mais tarde. Isto faz parte da jornada.

“Eu tinha ouvido o Sasaki descrito alternadamente como um sádico e um salvador pelos seus alunos no Rinzai-Ji, e vi evidëncias de que ambas as discrições estavam certas. Com frequência, ele procurava a humilhar publicamente um ou o outro dos monges ordenados, os chamando de “vagabundos preguiçosos” e “impostores”. Cohen recebeu a sua parcela disto, mas abraçou a zombaria de deste mestre Zen do velho mundo de todo o coração.” … “Ele é ambos o amigo e o inimigo”, disse Cohen. “Ele é simplesmente o que ele é. E, obviamente, ele vai ser um inimigo para a sua auto-indulgência, um inimigo para a sua preguiça, e um amigo para o seu esforço. Ele vai ser cortante, ele vai ser charmoso, ele vai ser amável, ele vai ser enganador. Ele vai ser todas as coisas que precisa ser para impedir que você fique dependente dele.”

 

Vídeo: Hallelujah de Leonard Cohen

maio 14, 2018 às 9:56 pm | Publicado em Blogroll, Música, Meditação em Porto Alegre, Prática Zen Budista, Vídeo, Zen Budismo em Porto Alegre | Deixe um comentário

Cohen_poemas_nov17Ordenado monge aos 62 anos de idade, o poeta e compositor Zen Budista Leonard Cohen tinha uma voz “única”, por assim dizer, que um aluno meu descreveu poeticamente como “áspera, carinhosa e saudosa como a mão de um velho amigo que encontramos depois de muito tempo”…

Recentemente, numa das aulas do Mini-Curso 04, falei da popularidade de sua lindíssima canção “Hallelujah”, que é tocado em tudo quanto que é de evento, inclusive em muitos casamentos. Expliquei que, ao meu ver, a letra desta música é um tanto irônica e triste – ou, talvez, resignada. Mas é uma letra bem Zen também… Aí, compartilhei Adicionei a minha impressão de que poucas pessoas realmente prestam atenção à letra, fixando-se na beleza da música – e acabam não percebendo a emoção da letra.

De acordo com uma reportagem no site Rolling Stone, Cohen teria dito, “Este mundo é cheio de conflitos e cheio de coisas que não podem ser reconciliadas, mas há momentos quando podemos transcender o sistem dualista e reconciliar e abraçar a bagunça toda, e é isto que quero dizer com `Hallelujah! Abençoado seja o nome.` … O único momento em que você pode viver aqui confortavelmente nestes conflitos absolutamente irreconciliáveis é quando você abraça tudo isto e diga `Olha, não entendo nada destas %#$^&^& coisas mesmo – Aleluia!` Este é o único momento que vivemos aqui plenamente como seres humanos.”

Então, vamos apreciar esta canção Zen:

E, vamos também apreciar o som maravilhosamente delicada da versão instrumental de Jake Shimabukuro no Ukulele:

Você pode ver a letra e a tradção desta música no site de Vagalume.

 

Cerimônia Inter-religiosa para o Dia das Mães

maio 13, 2018 às 12:53 pm | Publicado em Diálogo Interreligioso, Eventos, Prática Zen Budista, Uncategorized, Zen Budismo em Porto Alegre | Deixe um comentário

100-Anos-Dia-das-MaesO Grupo de Diálogo Inter-religoso de Porto Alegre realizou, no sábado, dia 12, a Bênção Inter-religiosa em Comemoração ao Centenário do Dia das Mães no Brasil no Catedral Metropolitano Mãe de Deus, organizada pela ACM-RS.

O evento contou com a participação de corais dos Colégios ACM, acompanhados pela Orquestra Jovem de Porto Alegre.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Números 6.24-26 A BENÇÃO ARAÔNICA:

O SENHOR te abençoe e te guarde;
O SENHOR faça resplandecer o seu rosto sobre ti, e tenha misericórdia de ti;
O SENHOR sobre ti levante o seu rosto e te dê a paz.

. Ler sobre o a Comemoração do Dia das Mães no Brasil – que aconteceu pela primeira vez em 1918 –  em Porto Alegre, para, a partir daí, ir se espalhando pelo país!

 

Retiro “Arte e Zen” em Passo Fundo

maio 4, 2018 às 1:05 pm | Publicado em Cultura Japonesa, Eventos, Japão e Cultura Japonês, Música, Música japonesa, Meditação e Ciência, Prática Zen Budista, Uncategorized, Zen e as Artes | Deixe um comentário

18-05-Retiro - Passo Fundo - Cartaz.jpgNos dias 19 e 20 de maio será realizado o retiro “Arte e Zen” na Casa Santa Cruz de Passo Fundo (RS), com zazen, ensinamentos do zen e oficinas de desenho contemplativo, fotografia, música, poesia e artesanato. Todas as oficinas tem como objetivo induzir o estado contemplativo em nossas mais simples atividades diárias através da criatividade artística.

Mais informações e inscrições nesta página.

 

5º Encontro Zen Latino-Americano em Florianópolis

março 23, 2018 às 7:09 pm | Publicado em Eventos, Meditação em Porto Alegre, Prática Zen Budista, Professor de Darma Zen Budista, Zen Budismo em Porto Alegre | Deixe um comentário

29386410_1756458831059017_5440663514563739648_nNos dias 14 a 18 de março foi realizado o 5º Encontro Zen Latino-Americano em Florianópolis.

No dia anterior, dia 13, os Kokusai Fukyoshi (missionários oficiais) da escola Soto Zen realizaram uma reunião, o que facilitou a participação dos mesmo (eu incluído) no evento. Agradecemos o apoio que isto representou por parte do Escritório para América do Sul (Sokanbu).

No dia 14, houve uma série de palestras na Universidade Federal de Santa Catarina e nos dias 15 a 18 foi realizado um retiro de convivência e estudo na Casa de Retiros Vila Fátima.

O evento contou com a presença de 15 mestres de diversas escolas do Zen Budismo, vindo dos vários países, um público de 250 na conferência na Universidade e 98 praticantes no retiro de convivência. Mestres e praticantes vieram dos Estados Unidos, Japão, Suíça, Colômbia, Peru, Equador, Argentina, Chile, México, Espanha, Uruguai e Brasil. Houve uma programação intensa de palestras dos mestres sobre variados aspectos da nossa prática.

Parabéns para a sanga do Daissenji, liderado pelo Monge Genshô, Sensei pelo seu trabalho na organização e condução do evento e para Ven. Jisen Oshiro e Ven. Senpô Oshiro que, 5 anos atrás, idealizaram os Encontros Zen Latino-Americanos…

Seguem algumas fotos do evento cultural do dia 14 na Universidade Federal de Santa Catarina, mais as primeiras fotos do retiro na Casa de Retiros Vila Fátima.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

A transmissão ao vivo do Simpósio que foi realizado na UFSC no primeiro dia do encontro. Nota: A reprodução do vídeo está configurada para iniciar na minha palestra sobre “Meditação e Neurociência”:

Tôzan Ryôkai e Concordar ou Não com o Mestre

outubro 30, 2017 às 5:42 pm | Publicado em Blogroll, Meditação em Porto Alegre, Prática Zen Budista, Professor de Darma Zen Budista, Zen Budismo em Porto Alegre | Deixe um comentário
TozanRokai-DongshanLiangjie-FounderSotoZenChines1

Tôzan Ryôkai

Há uns dois dias, finalmente encontrei um koan no texto O Registro de Tung-shan (The Record of Tung-shan, traduzido para o inglês por William F. Powell) que vinha procurando já fazia algum tempo. Este koan ajuda explicar um pouco o que um professor do zen espera do seu aluno na medida em que este se forma, ou seja, vai completando o seu treinamento e recebendo a Transmissão de Darma.

Fala de uma conversa entre o Mestre Tôzan Ryôkai (Dongshan Liangjie), um dos dois fundadores da nossa escola Soto Zen na China e um dos seus alunos.

O aluno perguntou se o fato dele estar realizando um grande serviço memorial para o seu antigo mestre, Yün-yen, significava que Tôzan concordava totalmente com aquele mestre.

O Mestre Tôzan respondeu que concordava com a metade e discordava da outra metade.

Aí o aluno perguntou então, por que ele não concordava com tudo.

Encontrei duas traduções da resposta genial do Mestre Tôzan:

Uma tradução ficou “Porque concordar totalmente seria não-filial”.

A segunda tradução diz: “Se eu concordasse completamente, estaria faltando gratidão com o meu mestre.”

Porque isto? Depois de anos obedecendo o mestre durante o período de treinamento, quase sem espaço de manifestar opinião, como é possível dizer que, depois de formado, NÃO discordar com a metade dos ensinamentos do mestre seria uma atitude não-filial ou uma falta de gratidão???

A resposta é simples: Porque a maioria dos professores de darma não estão interessado em formar cópias de si mesmo. Sendo assim, muitos acabam até formando seus futuros dissidentes (e podem até se orgulhar disto)!

Como? Porque a finalidade do treinamento é de “tirar as falsas cabeças de cima da cabeça verdadeira” do aluno.

Ao iniciar o treinamento do aluno, o professor ainda não sabe qual será a “verdadeira cabeça” daquele aluno – e o aluno sabe menos ainda – pois está com uma ou mais falsas cabeças por cima de sua própria. São os condicionamentos, neuroses, traumas, crenças falsas e/ou limitantes – sem falar da não-realização do profundo significado dos Quatro Nobres Verdades como ensinados pelo Buda.

Aos poucos, espera-se que o aluno comece a manifestar o seu verdadeiro ser – sua essência, perceber suas verdadeiras opiniões e descobrir o seu verdadeiro caminho, que pode acabar sendo bastante diferente daquilo que ele ou o professor haviam imaginado no começo. SEM PROBLEMA! Isto não o impede de continuar estudando com o professor que o levou até este ponto de auto-descoberta. Só significa que se faça reajustes no relacionamento – o que acontece naturalmente com a Transmissão de Darma (que pode não significar ainda que o aluno tenha se tornado Professor de Darma). O importante, para o professor, é do aluno se descobrir e realizar a si mesmo – do seu próprio jeito.

Bem, já falei demais aqui, dando muita coisa de bandeja. Agora, reflita até levar a realização deste ensinamento até a medula dos seus ossos e, em seguida, vá lá e estude o koan do “Dedo de Gutei”…

 

Vídeo: Palestra no projeto Estação Psi

outubro 27, 2017 às 5:07 pm | Publicado em Blogroll, Compaixão Zen Budista, Eventos, Meditação em Porto Alegre, Prática Zen Budista, Professor de Darma Zen Budista, Uncategorized, Vídeo, Zen Budismo em Porto Alegre | Deixe um comentário
Tags: , ,

2017-10 Palestra Estação Psi 08No dia 2 de outubro, foi realizada uma palestra da Monja Isshin como parte do projeto Estação Psi da Comitê de Psicologia Transpessoal da Sociedade de Psicologia do Rio Grande do Sul (SPRGS) em parceria com a livraria FNAC do Barra Shopping Sul, com o tema “Compaixão e a Vida Diária”.

Assista ao Darma Chat da Sanga Águas da Compaixão (domingos às 16:30 h):

Vídeo: Casamento Zen Budista: Monja Isshin & Jon

outubro 4, 2017 às 11:01 am | Publicado em Casamento Zen Budista, Eventos, Meditação em Porto Alegre, Prática Zen Budista, Vídeo, Zen Budismo em Porto Alegre | Deixe um comentário

IMG_7270

No dia 23 de julho de 2017, foi realizada a Cerimônia Religiosa de Casamento Budista da Monja Isshin (Kathy Havens) e Jon Facemire no Jisui Zendô – Sanga Águas da Compaixão e oficiado pelo Missionário Internacional Ryoju Tahara, Sensei no dia 23 de julho de 2017.

A cerimônia foi realizada em japonês, com tradução para o português da Tomoko Kimura Gaudioso, Sensei e parar o inglês da Missionária Internacional Jishun Morioka, Sensei, do Templo Busshinji de Rolândia.

Contou com a presença do Rabino Guershon Kwasniewski, da SIBRA – Sociedade Israelita Brasileira de Cultura e Beneficiência, que ofereceu uma bênção em nome do Grupo de Diálogo Inter-religioso de Porto Alegre, do qual a Monja Isshin faz parte.

Profundos agradecimentos aos membros-praticantes da Sanga Jisui Zendo (Águas da Compaixão) que ajudaram com a organização do evento bem como todos os praticantes do Budismo e outros amigos que nos prestigiaram com a sua presença na cerimônia!

Muitas pessoas perguntam: mas monge pode casar??? Bem, no período Edo no Japão, numa tentativa de enfraquecer o Budismo e favorecer o Xintoismo como religião do estado, o governo Meiji passou um decreto em 1872 “permitindo” os monges budistas de todas as escolas (Zen, Terra Pura, Shingon, etc) a se casarem. Quando estive no Japão, ouvi dizer que, hoje em dia, as pessoas chegam a achar um pouco estranho o monge que não se casa… (Lembramos que, em muitas países asiáticos , os governos controlam (ou controlavam, no passado) vários aspectos da vida dos religiosos e das igrejas.)

No fim das contas, acredito que isto acabou facilitado a transmissão do Budismo Japonês para o Ocidente, uma vez que muitas das pessoas que se tornam budistas e sentem a vocação de buscar ordenação monástica já são casadas.

Depois de uma viagem de lua de mel, foi realizada a cerimônia de casamento civil, no dia 15 de setembro, em Hunstville, Alabama, cidade perto da moradia do Jon. Estiverem presentes dois colegas de turma de colégio (ensino médio) – amizades que já durarem mais de 50 anos, além de outros amigos do casal. Fomos agraciados com um lindíssimo arco-iris duplo bastante brilhante que durou toda a viagem de 40 minutos de volta de Huntsville para casa… Senti-me abençoada…

Não pretendo abandonar as minhas atividades como Professora de Darma e Missionária Internacional aqui no Brasil. Consequentemente, por enquanto, vamos levando um relacionamento à distância (graças ao Skype) com viagens periódicos para podermos passar tempo juntos e, vamos vendo o que o futuro vai nos trazer…

Gassho

Este slideshow necessita de JavaScript.

Próxima Página »

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: