Vídeo: A deusa do banheiro

junho 23, 2010 às 12:17 pm | Publicado em Cultura Japonesa, J-Pop, Japão e Cultura Japonês, Música, Música japonesa, Meditação em Porto Alegre, Prática Zen Budista, Uncategorized, Vídeo, Zen Budismo em Porto Alegre | 3 Comentários

Uma das coisas que admiro na música popular japonesa é que volta e meia descubro uma música cuja letra é uma simples expressão de gratidão, um sentimento tão desvalorizado e ignorado aqui no Ocidente – e tão importante na nossa prática.

Recentemente, encontrei esta música, que fala até de uma das práticas mais importantes no Zen – uma prática que, nos mosteiros, é reservada para o Líder dos Noviços (shuso) – a limpeza do banheiro.

A cantora Kana Uemura, quando criança, morava com a avó e ajudava na limpeza da casa. No início ela não queria limpar o banheiro, mas a avó contou que existia uma “deusa do banheiro”, e se ela limpasse o banheiro direitinho, poderia ficar bonita como a deusa. Assim, a moça passou a cuidar bem do banheiro.

O mais interessante é que ela cresceu para ser uma mulher bem bonita, como pode ser visto neste vídeo – será que existe mesmo esta “deusa do banheiro”?

Toire no kamisama– Kana Uemurashou san no koro kara nazedaka
obaachan to kurashiteta
jikka no tonari datta kedo
obaachan to kurashiteta

mainichi otetsudai o shite
gomokunarabe mo shita
demo toire souji dake nigate na watashi ni
obaachan ga kou itta

toire ni wa sore wa sore wa kirei na
megami sama ga iru n ya de
dakara mainichi kirei ni shitara megami sama mitai ni
beppin san ni nareru n ya de

sono hi kara watashi wa toire o
pikapika ni shi hajimeta
beppin san ni zettai nari takute
mainichi migaiteta
kaimono ni dekaketa toki ni wa
futari de kamo nanba tabeta
shin kigeki rokuga shi sokoneta obaachan o
naite semetari mo shita

toire ni wa sore wa sore wa kirei na
megami sama ga iru n ya de
dakara mainichi kirei ni shitara megami sama mitai ni
beppin san ni nareru n ya de

sukoshi otona ni natta watashi wa
obaachan to butsukatta
kazoku tomo umaku yare nakute
ibasho ga nakunatta
yasumi no hi mo ie ni kaerazu
kareshi to ason dari shita
gomokunarabe mo kamo nanba mo
futari no ma kara kietetta

doushite darou hito wa hito o kizutsuke
taisetsu na mono o nakushite ku
itsumo mikata o shite kureteta obaachan nokoshite
hitori kiri ka hanareta

joukyou shite ni nen ga sugite
obaachan ga nyuuin shita
yasete hosoku natte shimatta
obaachan ni ai ni itta
‘obaachan, tadaima ?!’ tte wazato
mukashi mitai ni itte mita kedo
chotto hanashi ta dake datta noni
‘mou kaeri?’ tte byoushitsu o dasareta

tsugi no hi no asa obaachan wa
shizuka ni nemuri ni tsuita
marude marude watashi ga kuru no o
matte ite kureta you ni
chanto sodate te kureta noni
ongaeshi mo shite nai noni
ii mago ja nakatta noni
konna watashi o matte te kureta n ya ne

toire ni wa sore wa sore wa kirei na
megami sama ga iru n ya de
obaachan ga kureta kotoba wa kyou no watashi o
beppin san ni shite kureteru ka na
toire ni wa sore ha sore ha kirei na
megami sama ga iru n ya de
dakara mainichi kirei ni shi tara megami sama mitai ni
beppin san ni nareru n ya de

kidate no yoi o yomesan ni naru no ga
yume datta watashi wa
kyou mo setsu se de toire o
pikapika ni suru

obaachan
obaachan
arigatou
obaachan
honmani
arigatou

A deusa do banheiro – Kana UemuraQuando eu estava na 3a série
Morava com a minha avó
A casa dos meus pais ficava ao lado
Mas eu morava com a minha avó

Todo dia eu ajudava
E até jogava “gobang”
Mas como eu não queria limpar o banheiro
A minha avó me disse assim:

Minha querida, tem uma deusa no banheiro
Por isso, se você limpá-lo bem
Poderá ficar bonita como a deusa

Desde aquele dia
Comecei a fazer o banheiro brilhar
Com certeza eu vou me tornar uma mulher bonita
E todos os dias eu fiz o banheiro brilhar

Quando fomos fazer compras
Nós duas comemos pato assado
Eu até chorei e falei um monte pra minha avó
porque ela esqueceu de gravar o meu programa de comédia.

Minha querida, tem uma deusa no banheiro.
Por isso, se você limpá-lo bem
Poderá ficar bonita como a deusa

Quando eu já estava mais crescida
Eu tive uns atritos com a minha avó
Com a minha família também as coisas não estavam indo bem
Eu não sabia nem para onde ir
Já não voltava pra casa nos dias de folga
Vivia saindo com o meu namorado
E nós duas paramos de jogar
“gobang” e de comer pato assado

Me pergunto porque as pessoas se machucam
E porque perdemos as coisas próximas de nós
Ela estava sempre ao meu lado e eu a deixei sozinha

Faz dois anos que eu fui embora pra Tokyo
E vovó está no hospital
Está perdendo peso e ficou magra
Fui lá para vê-la

Disse “Vó, cheguei!”
Como fazia antigamente
Mesmo que tenhamos falado pouco
Disse que voltaria e a deixei

Na manhã seguinte vovó
adormeceu traquilamente
e foi como se
esperasse eu voltar

Apesar dela ter me criado direitinho
E eu não ter retribuído a sua bondade
Apesar de eu não ter sido uma boa neta
Ela esperou por mim

Minha querida, tem uma deusa no banheiro
Por isso, se você limpá-lo bem
Poderá ficar bonita como a deusa

Sonhava em me tornar uma esposa
Com uma boa disposição
Hoje vou fazer o banheiro brilhar sozinha

Vovó
Vovó
Obrigada
Vovó
Obrigada
Do fundo do meu coração

letra original e tradução para o inglês do site Video Uncovered
tradução do inglês para o português: Monja Isshin e Muriel Paraboni

Share

Anúncios

Vídeo: Centenário da Imigração Japonesa – Porto Alegre

setembro 17, 2008 às 10:03 am | Publicado em Cultura Japonesa, J-Pop, Japão e Cultura Japonês, Música japonesa, Vídeo, Zen Budismo em Porto Alegre, Zen e Artes Marciais, Zen e as Artes | Deixe um comentário
Tags:

Ainda em preparação para a Comemoração Porto Alegrense do Centenário da Imigração Japonesa no Brasil será realizada nos dias 27 e 28 de setembro/08 no centro de eventos da “Casa do Gaúcho”, no Parque Maurício Sirotsky Sobrinho – Rua Caruso da Rocha, 301 (mapa Google).

Abaixo, links para algumas reportagens do Jornal da Globo da Rede Globo:
Jornal da Globo (09/06/08): Olhar Japonês: a influência no mundo da moda
Jornal da Globo (10/06/08): Olhar Japonês: mangás e animês conquistam o mundo
Jornal da Globo (11/06/08): Olhar Japonês: arquitetura japonesa traz milênios de experiência
Jornal da Globo (12/06/08): Olhar Japonês: o poema que é a arte da concisão (Haikai)
Jornal da Globo (13/06/08): Olhar japonês: as influências na música

Vídeo: Imigração Japonesa

setembro 13, 2008 às 11:15 pm | Publicado em Cultura Japonesa, J-Pop, Japão e Cultura Japonês, Música, Música japonesa, Uncategorized, Vídeo, Zen Budismo em Porto Alegre, Zen e Artes Marciais | Deixe um comentário

Apresento mais vídeos da Rede Globo, ainda em preparação para a Comemoração Porto Alegrense do Centenário da Imigração Japonesa no Brasil será realizada nos dias 27 e 28 de setembro/08 no centro de eventos da “Casa do Gaúcho”, no Parque Maurício Sirotsky Sobrinho – Rua Caruso da Rocha, 301 (mapa Google).

do Jornal Nacional da Rede Globo:
Jornal Nacional (14/06/2008): Exposição homenageia imigração japonesa
Jornal Nacional (16/06/08): Imigração Japonesa no Brasil faz 100 anos
Jornal Nacional (17/06/08): Brasil e Japão: o antes e o depois da Segunda Guerra
Jornal Nacional (18/06/08): A contribuição japonesa para a agricultura
Jornal Nacional (19/06/08): A jornada dos dekasseguis no Japão
Jornal Nacional (20/06/08): Brasileiros de olhos puxados e corações abertos
Jornal Nacional (21/06/08): Multidão comemora centenário da imigração japonesa

Vídeo: Comemoração do Centenário da Imigração Japonesa no Brasil – RS

setembro 8, 2008 às 5:42 pm | Publicado em J-Pop, Japão e Cultura Japonês, Música, Música japonesa, Prática Zen Budista, Vídeo, Zen Budismo em Porto Alegre, Zen e Artes Marciais, Zen e as Artes | 1 Comentário

Nos dias 27 e 28 de setembro/08, será realizada a Comemoração Porto Alegrense do Centenário da Imigração Japonesa no Brasil. O evento, com entrada franca, será realizado no centro de eventos da “Casa do Gaúcho”, no Parque Maurício Sirotsky Sobrinho – Rua Caruso da Rocha, 301 (mapa Google).

Entre as atrações estçao: Artesanato, Artes Marciais, Bonsai, Cerâmica, Culinária, Danças Típicas, Desfile de Quimonos, Ikebana, Kirigami, Mochi-tsuki, Música, Origami, Produtos japoneses, Shiatsu, Shodô e Taikô.

Informações pelo telefone (51) 3371-1788 ou pelo e-mail: enkyosul arroba terra ponto com ponto br.

Para se motivarem a ir ao evento, passo os links de vídeos de reportagens da Rede Globo sobre a cultura japonesa e o Centenário.
Fantástico (06/01/08): A fantástica viagem ao Japão
Fantástico (13/01/08): Japão: Zeca Camargo visita a cidade dos templos
Fantástico (23/03/08): Japão, um país de contrastes
Fantástico (05/06/08): Zeca Camargo passeia pelo bairro da Liberdade
Fantástico (15/06/08): O tofu da capital imperial do Japão
Fantástico (15/06/08): Zeca Camargo comenta série ‘Passado Presente’

Vídeo: Flor de cerejeira

março 26, 2008 às 6:44 pm | Publicado em Cultura Japonesa, J-Pop, Japão e Cultura Japonês, Música japonesa, Meditação em Porto Alegre, Prática Zen Budista, Vídeo, Zen Budismo em Porto Alegre | Deixe um comentário

Botões da Flor de Cerejeira

É oficial – já é primavera no Japão. Brotaram os primeiros botões da flor de cerejeira no sábado, dia 24, em Tokyo.

leia o artigo (em inglês) do Google News

Abaixo tem mais uma das minha músicas favoritas japonesas, “Sakura”, que expressa o profundo sentimento do povo japonês nesta época do ano. A flor da cerejeira é símbolo da impermanência – uma lição do budismo.

Naotaro Moriyama – Sakura – traduzido portugues

http://br.youtube.com/watch?v=nH1991y1LtU&feature=related

Caso este link der problema, tente este (outra versão)
naotarou moriyama – sakura
ou este (mais outra versão do mesmo cantor)

A tradução da letra:

Temos esperança
De ver você novamente
Na alameda de cerejeiras
Gritamos, abanando a mão
Você está sempre sorridente
Mesmo nos dias mais difíceis
Por isso, senti firmeza da sua coragem
Capaz de superar desenganos

Dentro da paisagem enevoada
Ouço a canção daquele dia

As cerejeiras florescem agora
Cientes da sua vida efêmera
Adeus amigo, é a hora da despedida
Será eterno o sentimento deste momento

Se fosse agora, conseguiria dar
Palavras sinceras e verdadeiras
Para desejar futuro brilhante para você?

Cidade em transição
Parece nos afobar

As cerejeiras simplesmente caem
Confiantes no momento de renascer um dia
Não chore amigo
Vá com aquele sorriso singelo

Levantem-se flores de cerejeira
Tomando o sol que as ilumina para sempre
Adeus, amigo, nos veremos aqui nesta ladeira
Sobre a qual posam flores de cerejeira

fonte: Nippo-Jovem

Vídeo: Uma flor única do Mundo

março 21, 2008 às 11:03 pm | Publicado em J-Pop, Japão e Cultura Japonês, Música japonesa, Meditação em Porto Alegre, Prática Zen Budista, Vídeo, Zen Budismo em Porto Alegre | Deixe um comentário

Esta, uma das minhas músicas japonesas favoritas, “Sekai ni Hitotsudake no Hana”, tem uma mensagem budista maravilhosa…

Tradução da letra:

Estava vendo várias flores
Colocadas à venda numa floricultura
Existe divergência de gosto
Mas todas têm sua beleza particular
Sem brigas para eleger
A flor mais bonita
Elas compartilham vasos
Com dignidade
Entretanto, o ser humano
Não deixa de fazer comparações
Entre todos que são diferentes
Para se tornar o nº 1
Mas nós estamos em busca de

*Uma flor única do mundo
Cada um tem sua semente própria
O nosso dever é batalhar
Para que ela floresça

Com sorriso de quem está indeciso
Eles sempre estão em dúvida
Qualquer flor que lutou para abrir
É bonita, sem exceção
Depois de muito tempo
Aquela pessoa saiu da loja com cara feliz
E um buquê de várias flores
Trazendo sorriso no meu rosto
Naquele dia
Era como se eu tivesse encontrado
Uma flor discreta
Em um canto escondido
Nós estamos em busca de

(*BIS)

Flores pequenas e grandes
Não tem nenhuma igual
Nem queira se tornar o nº 1
Já que sua existência é única e especial
La la la la la la…

fonte da tradução da letra: Nippo-Jovem

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: