Vídeo: Jogo do bonzinho (3) – Corajoso

fevereiro 3, 2014 às 12:43 pm | Publicado em Blogroll, Meditação em Porto Alegre, Prática Zen Budista, Uncategorized, Vídeo, Zen Budismo em Porto Alegre | Deixe um comentário

Até ontem, imaginei que houvesse terminado de expressar minha visão e sentimentos em relação ao “Jogo do Bonzinho”, um assunto sobre o qual venho querendo escrever já fazia vários anos. Mas, encontrei este vídeo anexado a uma mensagem de um grupo de discussão norte-americano, no meio de uma troca – às vezes encolerizada – de ideias justamente sobre aquilo que alguns enxergam como passividade.

Este vídeo expressa com exatidão o meu desejo para todos os meus alunos e, especialmente, por aqueles que, consciente ou inconscientemente, sofrem do mal do “jogo do bonzinho” – o meu desejo que eles descubram a coragem de se manifestar quando não estão bem com a prática, em lugar de silenciosamente ficarem afastados, distantes sem falar comigo. E onde é o melhor lugar para desenvolver esta coragem? Justamente na nossa prática! Mergulhar dentro de si mesmo até descobrir a sua verdadeira essência, se libertando das máscaras do ego condicionado. Aprender a se posicionar, questionar de forma apropriada, manifestar corretamente os seus sentimentos – ser autêntico e real., livre das amarras do ego condicionado prepotente. O “destemor” ensinado pelo Buda existe e está lá para cada um de nós!

Que todos nós possamos descobrir e cultivar o destemor.

Brave

 

You can be amazing
You can turn a phrase into
A weapon or a drug
You can be the outcast
Or be the backlash
Of somebody’s lack of love
Or you can start speaking up

Nothing’s gonna hurt you
The way that words do
And they settle ‘neath your skin
Kept on the inside
No sunlight
Sometimes a shadow wins
But I wonder what would happen if you

Say
what you want to say
and let the words fall out
Honestly
I wanna see you be brave
With what you want to say
And let the words fall out
Honestly
I wanna see you be brave

I just wanna see you
I just wanna see you
I just wanna see you
I wanna see you be brave

I just wanna see you
I just wanna see you
I just wanna see you
I wanna see you be brave

Everybody’s been there
Everybody’s been stared down
By the enemy
Fallen for the fear
And done some disappearing
Bowed down to the mighty
Don’t run
Stop holding your tongue

Maybe there’s a way out
Of the cage where you live
Maybe one of these days
You can let the light in
Show me
How big your brave is

Say
what you want to say
and let the words fall out
Honestly
I wanna see you be brave
With what you want to say
And let the words fall out
Honestly
I wanna see you be brave

Innocence your history of silence
Won’t do you any good
Did you think it would?
Let your words be anything but empty
Why don’t you tell them the truth?

Say
what you want to say
and let the words fall out
Honestly
I wanna see you be brave
With what you want to say
And let the words fall out
Honestly
I wanna see you be brave

I just wanna see you
I just wanna see you
I just wanna see you
I wanna see you be brave

I just wanna see you
I just wanna see you
I just wanna see you
See you be brave

I just wanna see you
I just wanna see you
I just wanna see you
I just wanna see you
I just wanna see you
I just wanna see you

Corajoso

 

Você pode ser incrível
Você pode transformar uma frase em
Uma arma ou uma droga
Você pode ser o pária
Ou ser a reação
Da falta de amor de alguém
Ou você pode começar a levantar a voz

Nada vai te machucar
Da forma que as palavras te machucam
Quando elas se instalam debaixo de sua pele
Guardadas em seu interior
Sem luz solar
Por vezes, a sombra ganha
Mas me pergunto o que aconteceria se você

Diga
O que você quer dizer
E deixe as palavras se espalharem
Honestamente
Eu quero ver você ser corajoso
Com o que você tem pra dizer
E deixe as palavras se espalharem
Honestamente
Quero ver você ser corajoso

Eu só quero ver você
Eu só quero ver você
Eu só quero ver você
Eu quero ver você ser corajoso

Eu só quero ver você
Eu só quero ver você
Eu só quero ver você
Eu quero ver você ser corajoso

Todo mundo já esteve lá
Todo mundo já foi encarado
Pelo inimigo
Morrendo de medo
E fazendo alguns desaparecerem
Oprimido pelo mais forte
Não corra
Pare de segurar sua língua

Talvez haja uma maneira de sair
Da prisão em que você vive
Talvez um dia desses
Você possa deixar a luz entrar
Mostre-me
Quão grande é sua coragem

Diga
O que você quer dizer
E deixe as palavras se espalharem
Honestamente
Eu quero ver você ser corajoso
Com o que você tem pra dizer
E deixe as palavras se espalharem
Honestamente
Quero ver você ser corajoso
E visto que seu histórico de silêncio
Não vai te fazer bem
Você achou que faria?
Deixe suas palavras serem qualquer coisa, menos vazias
Por que não dizer a verdade?

Diga
O que você quer dizer
E deixe as palavras se espalharem
Honestamente
Eu quero ver você ser corajoso
Com o que você tem pra dizer
E deixe as palavras se espalharem
Honestamente
Quero ver você ser corajoso

Eu só quero ver você
Eu só quero ver você
Eu só quero ver você
Eu quero ver você ser corajoso

Eu só quero ver você
Eu só quero ver você
Eu só quero ver você
Ver você ser corajoso

Eu só quero ver você
Eu só quero ver você
Eu só quero ver você
Eu só quero ver você
Eu só quero ver você
Eu só quero ver você

letra encontrada no site Letras.mus.br postadas com pequenos ajustes minhas.

Anúncios

Deixe um comentário »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: