Relatório: Debate Público sobre a Questão Tibetana

maio 14, 2008 às 12:13 am | Publicado em Meditação em Porto Alegre, Prática Zen Budista, Uncategorized, Zen Budismo em Porto Alegre | Deixe um comentário
Tags: , , , , ,

Reproduzo aqui relatório do Monge Prof. Monteiro em relação ao Debate Público sobre a Questão Tibetana, do dia 12 de maio de 2008, que foi enviado ao Grupo Budismo Crítico:

“Foi realizado ontem na camara dos vereadores do Rio de Janeiro o
debate público sobre a questão tibetana. Esse debate fou a meu ver um
marco decisivo na participação dos brasileiros na luta pela libertação
do povo tibetano na medida em que significou um reconhecimento desta
causa pelo espaço público das instituições de nosso país e avançou uma
série de propostas a meu ver muito significativas.

A vereadora Aspásia Camargo exerceu a presidência da reunião que contou também com a significativa participação do parlamentar Fernando Gabeira que em sua dissertação estabeleceu uma clara e convincente conexão entre a
política da república popular da China e os acontecimentos recentes no
Tibet e na Birmânia.

Da parte do Colegiado Budhista Brasileiro estavam presentes a Monja Isshin, o Monge Genshô, o Professor Cláudio Miklos e eu. A reunião contom ainda com a importante presença da Dra. Cerys Tramontini, especialista na área dos direitos humanos e pesquisadora da questão tibetana e do Professor Flávio Marcondes Velloso, especialista na relação entre a questão tibetana e o direito internacional. Todos esses participantes desenvolveram considerações extremamente importantes em relação à questão tibetana.

Contamos com a presença dos jornalistas da agència Shinwa da China que filmaram todo o evento e do Cônsul geral da China Sr. Li Baojun. Em um determinado momento, a Monja Isshin Havens em um gesto de extrema maturidade política cedeu seu lugar para permitir a participação do Cônsul da China.

A postura desse último foi realmente impressionante: além de consumir uma parte considerável do tempo da reunião conferindo em seu laptop dados que já deviam estar presentes em seu julgamento político desenvolveu um discurso monológico e autoritário em que justificava o genocídio do povo tibetano através de grotescas distorsões do relato histórico. Recusando-se em qualquer momento ao debate democrático e eximindo-se exemplarmente de exercer o dever de convencer seus adversários através do diálogo chegou ao extremo de atribuir os episódios recentes a uma conspiração orquestrada pelo Dalai Lama com o apoio da imprensa ocidental.

Em função de um discernimento político para mim incompreensível chegou mesmo a distribuir material de propaganda publicado pelo Consulado, material esse que serviria de prova em qualquer processo jurídico internacional contra a República popular da China.

A meu ver, o representante diplomático de um país que se recusa ao diálogo, considera como errôneos os pontos de vista adversos sem tentar refuta-los pela apresentação de claras evidências e que apresenta material suspeito com uma visão indefensável da história já se demitiu de suas funções.

Como cidadão brasileiro sinto-me envergonhado de pertencer a um estado que não se dá ao trabalho de desenvolver uma perspectiva fundamentada sobre as questões internacionais e que se ajoelha diante da demagogia do governo de Beijing. Acho estranho um estado completamente indiferente à justificação do genocídio através de uma deformação grotesca da história.

Sem mais-Gashô.
Joaquim Monteiro.”

ler a Carta Aberta do Colegiado Buddhista Brasileiro ao Ministério das Relações Exteriores do Brasil

Anúncios

Deixe um comentário »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: