Tibete: Vídeo e Petição

março 22, 2008 às 9:32 pm | Publicado em Blogroll, Compaixão Zen Budista, Cultura de Paz, Meditação em Porto Alegre, Prática Zen Budista, Uncategorized, Vídeo, Zen Budismo em Porto Alegre | 3 Comentários

Primeiro, assine e divulgue esta petição mundial do avaaz.org.

Trechos de carta do avaaz.org:

“Em função das Olimpíadas a China se preocupa em manter uma boa reputação perante o mundo. Precisamos dizer ao presidente da China Hu Jintao que a marca “Made in China” e as Olimpíadas de Pequim só serão um sucesso se estiverem associadas a uma China moderna e não a uma China repressora e violenta. Mobilizando uma avalanche de apelos de todas as partes do mundo poderemos chamar a atenção do governo chinês. Clique abaixo para assinar a petição e divulgue-a para quem puder. Nossa meta é conseguir1 milhão de vozes pelo Tibet.

http://www.avaaz.org/po/tibet_end_the_violence/14.php

SOBRE A AVAAZ
Avaaz.org é uma organização independente sem fins lucrativos que visa garantir a representação dos valores da sociedade civil global na política internacional em questões que vão desde o aquecimento global até a guerra no Iraque e direitos humanos. Avaaz não recebe dinheiro de governos ou empresas e é composta por uma equipe global sediada em Londres, Nova York, Paris, Washington DC, Genebra e Rio de Janeiro.

Avaaz significa “voz” em várias línguas européias e asiáticas.”

Depois, arranje um tempo e assista a este vídeo (de 55 minutos, em inglês e sem legendas – porque é possivel entender muito do conteúdo só pelas imagens…).

Anúncios

3 Comentários »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

  1. Copiei e colei a petição da Avaaz em minha página no post em que já havia colocado esse vídeo. Já o assistí duas vêzes, muito triste.

    Não entendo nada de Geopolítica, mas qual o real interesse da China em um país como o Tibet?

    Muito obrigado por me visitar algumas vêzes.
    Hoje, levei minha mãe ao templo; para participar do O Higan E; está felicíssima com o abraço de Sensei Coen.

    É simples tornar alguém querido, gostado.
    Tenho pescado muito daqui, espero que não se incomode.
    Gassho
    Manoel.
    P. S.: Também estou feliz por começar o curso de Preceitos.

  2. Join us in the People’s Uprising for a Free Tibet!

    http://tibetanuprising.org

    TIBETE: ATÉ QUANDO?

    “Ao se pensar no Tibete as lembranças trazem o glamour, a contemplação, a vertigem da espiritualidade nas alturas… No entanto, a realidade imposta ao “topo do mundo” é algo inaceitável… 50 anos subjugados pela China. 50 anos de silêncio obsequioso da comunidade internacional diante do gigante vermelho. 50 anos de afronta aos direitos humanos. 50 anos de genocídio de mais de um milhão de tibetanos. 50 anos de destruição de mais de 6 mil monastérios. 50 anos de extermínio de um povo humilde e resignado.

    É hora mais do que nunca de se perguntar o que o mundo fará pelo Tibete? Onde estarão as Nações Unidas? Onde estará o Tribunal Internacional de Justiça? Onde estarão os países e as organizações internacionais defensoras e promotoras dos interesses globais? O Tibete não será patrimônio para a humanidade? A sua cultura, as suas tradições milenares, a sua religião, a sua filosofia de não-violência não serão um paradigma exemplar aos valores desenfreados da pós-modernidade no ocidente? Não haverá espaço na Terra para a sobrevivência do Tibete? Com a morte do 14º Dalai Lama o Tibete será definitivamente despersonalizado, desfigurado, enterrado? O Tibete não merece a atenção dos povos? Do direito internacional das gentes?

    Na hegemonia do poder e da violência reinantes na Terra não haverá lugar para o pacífico Tibete? Simbolicamente acontecerá uma marcha para a retomada do país, pelos tibetanos, saindo de Dharamsala, na Índia, por volta de 10 de março desse ano de 2008, com previsão de seguir, por cinco meses, cada mês representando uma década da dominação de sangue, com chegada igualmente simbólica marcada para o dia 8 de agosto, rumo à fronteira indochinesa, instante da abertura dos Jogos Olímpicos de Pequim…

    Também aproveitando esse momento único na história, após a invasão de meio século, do massacre de inocentes protagonizado pelos chineses, realizar-se-á uma “Olimpíada do Tibete”, em Dharamsala, cidade sede do governo tibetano no exílio, residência oficial do Dalai Lama, seu líder político e espiritual máximo. Acontecerá de 15 a 25 de maio, como “um pequeno passo esportivo, mas um grande salto político”… Pois o que se quer é a libertação do Tibete! Entretanto, isso só virá com a participação de todos, com a devida pressão da opinião pública mundial, com a manifestação dos cidadãos dos diversos recantos do planeta, com a mente construtiva e a esperança renovada dos seres humanos, com a sua manifestação, com a nossa, em fortalecimento a uma sucessão de fatos imprescindíveis para o restabelecimento da independência do Tibete.

    O que vamos fazer? O que fará cada um de nós? No site do movimento se pode inscrever e se solidarizar com a causa – http://tibetanuprising.org . Isso nos parece ser o mínimo para os homens que se dizem do bem. Mas se pode muito mais…

    Para o Dalai Lama, cujo significado do título que carrega é “oceano de sabedoria”, “certas ideologias perdem o seu sentido com o correr do tempo. Sendo a vida o nosso bem mais precioso, devemos considerar a vida do próximo como mais preciosa e mais importante ainda que a nossa. Essa observação se faz pertinente ao longo de todas as épocas. Especialmente nestes tempos atuais, sobre os quais pende a ameaça da destruição total do mundo, se apresenta cada vez mais convincente”. Assim, invertendo os papéis, do nosso amor e da nossa compaixão dependem agora o Tibete e o seu povo.

    Alea jacta est, a sorte está lançada! Com a palavra, você! E não só! O que vamos conseguir dependerá de todos nós! Seremos merecedores do Tibete? As gerações futuras serão merecedoras das virtudes e riquezas do Tibete?”
    (FMV, marcondesvelloso@itelefonica.com.br)

    * * * * * * * * * * * *

    PASSE ADIANTE ESSA MENSAGEM
    No entanto, caso esse e-mail tenha infortunado, favor responder retire.
    Nessa hipótese, desde logo, desculpe-nos e muito obrigado.
    marcondesvelloso@itelefonica.com.br

  3. Tambem não entendo o porque a china tem tanto interesse.
    Que a Paz reine no Tibete.
    Que todos os seres sejam felizes.
    Que haja harmonia em todo o universo..


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: